Integração: policial penal ensina técnicas de abordagem em curso de formação de policiais militares
23/01/2023 - 15:53

Consolidando a troca de experiências e interação entre as forças de segurança do Paraná, aconteceu nesta sexta-feira (20) uma instrução de retenção e contrarretenção ministrada pelo policial penal Rodrigo Almeida para 63 alunos do Curso de Formação de Praças do 9° Batalhão da Polícia Militar do Paraná, de Paranaguá, no Litoral do Estado.

O treinamento consiste na difusão de táticas de uso de armamento em diversos cenários, como ambientes confinados e que exigem resposta de curta distância. Os policiais penais recebem treinamento sobre essa modalidade para atuação no interior de unidades prisionais. 

O curso faz parte da disciplina Técnica de Abordagem Policial e teve duração de 8 horas, com conteúdo teórico no período da manhã, nas dependências do SESC - Serviço Social do Comércio Paranaguá, e prático no período da tarde, na sede do 9° BPM.

“A temática dessa capacitação é importantíssima para a atividade da Polícia Militar, buscando sempre a proteção do agente de segurança para que ele tenha condições de prestar um bom atendimento”, frisou o coordenador do Curso de Formação de Praças do 9° BPM, Sérgio Antonio Merege de Mello Filho, 1° tenente da PM.

“O Curso de Formação de Praças, que são as forças operacionais, tem primado pela busca da excelência e pelo contato com profissionais que sejam referências nas disciplinas que espelham a realidade do dia a dia”, completou.

O policial penal agradeceu a confiança. “É uma honra poder contribuir na formação dos novos policiais militares. Além de trazer conhecimentos, a interação entre as forças de segurança no Paraná e a troca de experiências engrandecem ambas as instituições”, destacou. 

O Curso de Formação de Praças, iniciado em agosto, é destinado aos 2.600 candidatos aprovados no concurso público de 2020. Os novos policiais estão distribuídos em todas as regiões do Estado.

Todo o treinamento tem duração de dez meses, contando com 50 disciplinas teóricas e práticas, como legislação, defesa pessoal e tiro policial, tática de confronto armado e gerenciamento de crises, entre outras, visando a capacitação dos profissionais para o exercício do policiamento preventivo e ostensivo.

Últimas Notícias